Texto publicado originalmente em 2016

A acupuntura é uma prática milenar chinesa, um dos tratamentos médicos mais antigos da humanidade.

Relatos da antiga China, com mais de 23 séculos antes de Cristo, mencionam que a técnica holística veio de um continente perdido, de uma civilização muito avançada em seu tempo. O que realmente se sabe é que os imperadores da Dinastia Ming, em torno do século XIV ao XVII, já conheciam as técnicas terapêuticas de cura através das agulhas e de Moxas, porém, não se sabe ao certo de onde a acupuntura surgiu.

Na medicina chinesa, o corpo humano é dividido por meridianos, ou seja, canais energéticos que circulam sobre a pele difundindo a energia corporal onde cada um desses canais tem relação com os órgãos internos e externos – YIN e YANG – sendo desta forma, um ponto de equilíbrio sobre o corpo, mente e espírito. A anatomia humana é dividida em cinco elementos: Fogo, água, madeira, metal e terra, circulação e sexo. O sentido de tudo isso pode ser entendido através das seguintes relações: se a água apaga o fogo, o metal corta a madeira, e da terra brota madeira.

É nesse ponto que começa o tratamento. Cada elemento se remete aos órgãos internos do corpo, sendo o coração o órgão mestre do fogo, o rim o mestre da água.  Nesse sentido, é viável tratar o quadro de hipertensão arterial, estimulando o rim pelo elemento água para diminuir a força do elemento fogo no coração. É possível tratar qualquer doença com acupuntura, pois o ser humano é constituído por esses cinco elementos e pelos lados YIN em busca do equilíbrio com o nosso YANG.

O diagnostico é feito após o questionamento de diferentes aspectos da vida do paciente e da observação de manifestações físicas como a pulsação, a respiração, cor e aspecto da pele e da língua. Assim que o problema é identificado, o paciente tem seus pontos de acupuntura estimulados em sessões semanais. A técnica consiste na estimulação dos pontos sobre os meridianos da pele, podendo ser estimulados pelo toque, ponta dos dedos (Do-in), massagem (Shia-tsu) ou pelas agulhas, sendo capaz de ajustar canais energéticos do corpo em busca do equilíbrio. Outra técnica, denominada Auriculopuntura, consiste em colocar sementes no ouvido/orelha, o qual possui uma anatomia própria, onde são estimuladas regiões do corpo. A acupuntura apresenta hoje uma excelente opção terapêutica no tratamento de diversas doenças mentais e do corpo físico.

Não tendo contra indicação, também, atuando como coadjuvante nos tratamentos convencionais. Atualmente, pode-se afirmar que acupuntura é tratamento médico milenar, usado na cura de doenças por meio do manejo da energia eletromagnética do corpo, por estímulo energético, que gera vibração eletromagnética positiva, restabelecendo o equilíbrio da bioenergia dos seres viventes. Com o padrão energético restabelecido a níveis físico, mental e emocional desencadeará o processo da cura de doença ou órgão afetado.  Os estímulos energéticos podem ocorrer por agulhas secas, por eletricidade, por laser de baixa frequência, por sementes e outros.