Quando indicado, o uso de psicofármacos deve ser feito de forma adequada. Veja as principais orientações para o uso correto dos seus medicamentos.

– Não inicie ou suspenda o uso da medicação sem previamente comunicar seu médico. Lembre-se que alguns medicamentos não devem ser usados se você estiver gestante. Outros fármacos podem precisar de ajuste de dosagem em casos específicos.

– Se você está usando uma medicação em caráter contínuo seu médico irá lhe prescrever o número adequado de comprimidos até sua próxima consulta, evite perder as consultas para que não fique sem a medicação, o que poderá prejudicar seu tratamento e trazer sintomas desagradáveis.

– Não inicie o uso de outras medicações, mesmo que para outras finalidades (antibióticos, anti-alérgicos, anticoncepcionais, anti-inflamatórios, vitaminas, suplementos, etc.) sem comunicar  seu médico. Lembre-se sempre de questionar sobre interações medicamentosas.

– Não é recomendado o uso de bebidas alcoólicas concomitante com psicofármacos, em alguns casos as reações podem ser gravíssimas.

– O uso de tabaco pode alterar a eficácia de sua medicação.

– O uso de drogas ilícitas ( maconha, cocaína, ecstasy, etc.) altera erraticamente o efeito da medicação no seu organismo, converse com o seu médico sobre isto.

-Alguns alimentos podem interferir com os psicofármacos prescritos, caso tenha alguma dúvida, questione seu médico sobre potenciais interações.

– Em caso de falta ou remarcação da consulta avise a secretária com antecedência para que ela possa entrar em contato com seu médico bem antes de sua medicação chegar ao fim, evitando desconfortos ou prejuízo em seu tratamento.